Hotel Cortez

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Gannicus Artorius em Qui Jul 14, 2016 10:15 pm

Foram momentos de desespero para Alicia e Ethan. As vozes na cabeça feminina gritavam de riam em um timbre tão sádico que chegava em um nível medonho.

Você está paralítica! HAHAHA!!
Em um elevador... Que ridículo.

Todos diziam coisas desse tipo, parecia uma festa celebrando sua desgraça e isso a importunou até o momento que Ethan chegou heroicamente para ajudar sua dama. A partir daí as vozes foram se acalmando como se a presença do rapaz fosse o remédio de sua loucura.
A ambulância foi acionada com sucesso.
O elevador voltou novamente ao térreo e a porta se abriu, porém ali fora havia um homem, este que olhava para Ethan de forma indiferente sem ligar para seu desespero ou para aquela mulher toda torta no solo do elevador.
Seu cabelo era preto, os olhos vermelhos, o sobretudo era levemente picotado nas pontas e isso lhe dava uma aura muito maneira mesmo que parecesse uma pessoa normal.
avatar
Gannicus Artorius

Mensagens : 103
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha do personagem
HP:
700/700  (700/700)
EXP:
17/500  (17/500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Alicia Medeiros em Qui Jul 14, 2016 11:20 pm

Não dá para me mexer direito depois disso, e é melhor eu não o fazer. Mas to ouvindo uns estrondos de algo se chocando contra o metal. "Merda", pensei. Será que eu vou cair mais ainda? ou algo vai cair em cima de mim? é, parabéns Alicia, se fode aí. Não dá para pensar direito com essas coisas na minha cabeça, a dor tá incomodando mais e meu corpo não tá reagindo bem, especialmente por causa deles. "Calem a boca, não vou ficar paraplégica, não vou virar uma inútil e causar mais problemas ainda para ele. Vou dar é meu jeito para fazer com que desapareçam de uma vez". Pensamentos intensos e hostis, por quê não? estou nervosa com tudo isso e preocupada com o que vai acontecer comigo, se eles pelo menos parassem de zunir e rir de mim, talvez eu pudesse me concentrar melhor, é quase como se isso piorasse meu estado físico. Nunca foram tão agressivos a esse ponto, o que causou essa atitude deles e por quê agora eu não sei dizer. Ethan não sabe sobre esse meu "dom", ou melhor dizer "maldição", está na hora de contar. Claro, não agora, minha condução não é das melhores, se ele estiv- - ouvi sua voz. Tenho certeza de que é ele. "Ethan". Agora posso descansar, tentei mover as mãos outra vez para mostrar a ele que estava viva e consciente, mas foi o meu último ato de forças porque depois disso meu cérebro desligou meu corpo para me poupar da dor. E com isso a última coisa que vi ou ouvi foi ele.
avatar
Alicia Medeiros

Mensagens : 26
Data de inscrição : 03/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Ethan N. Toledo em Qui Jul 14, 2016 11:27 pm

Encarei o homem na minha frente, ainda com a expressão séria e determinada, mas quem tivesse um alto grau de dedução poderia ver a preocupação que estava atrás dessa expressão.

— Espere um pouco, senhor, ela teve algum problema, não sei o que aconteceu. Já chamei a ambulância, se puder, vá pelas escadas, se não, terá que esperar um pouco — menti, mas sem demonstrar a mentira, falava como se fosse alguém desconhecido tentando ajudar alguém.
avatar
Ethan N. Toledo

Mensagens : 32
Data de inscrição : 03/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Gannicus Artorius em Sab Jul 16, 2016 12:59 am

Realmente a aleijadinha sentia muita dor, era o suficiente para faze-la delirar ainda mais que o normal. Sua visão ficou turva e audição abafada, apenas indicando o recorrente desmaio. Tudo seria muito fácil se fosse como os filmes e ela simplesmente apagasse sem sentir dor e acordasse no momento que já estivesse tudo bem, mas não, as coisas não eram fáceis assim. O desmaio foi muito rápido porém a dor era o suficiente para acorda-la e m atordoada ela poderia ver seu doce herói conversando com um homem estranho.

...

O moreno permaneceu quieto por alguns segundos diante das mentiras de Ethan, em nenhum momento olhou dentro dos olhos alheios, isto é, tanto de Ethan quanto os de Alice. Tinha um semblante tão neutro que poderia incomodar o jovem Noah já que o desespero de perder sua amada o corroeria aos poucos até que ela tivesse a ajuda necessária.
esmo Sem mudar seu semblante, o desconhecido deu um passo em frente na direção do corpo de Ethan, os olhos fitavam a aleijadinha agonizando. A destra tocou o peito do rapaz enquanto seus lábios se abriam soltando suaves palavras a fim de que apenas ele o ouvisse.

 Você a ama... Não se faça de desentendido. — O empurrou para o fundo do elevador contra a parede. — Parece um soldado bem promissor, é uma pena que jogou as peças erradas. 

Em seguida deu mais um passo para dentro ficando lá com os dois e apertou o botão do nono andar. No momento que a porta se fechou ele finalmente olhou no fundo dos olhos de Ethan, este que finalmente pode entender o tipo de terror que era aquele em sua frente já que alucinava sua mente deixando-a em pânico com uma simples encarada. 

Vou esperar até o quarto andar para que reze mais uma vez por suas seguranças. 

Era muito estranho, mas ao olhar em seus olhos dava para notar algo, como se aquele desconhecido estivesse se esforçando ao limite para conter o próprio poder. Em sua cabeça começava a fumegar coisas semelhantes a chifres porém sem um formato concreto.
avatar
Gannicus Artorius

Mensagens : 103
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha do personagem
HP:
700/700  (700/700)
EXP:
17/500  (17/500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Morgan Le Fay em Sab Jul 16, 2016 3:18 am

Aquela confusão toda serviu para deixa-lo mais forte, pelo menos era isso que o rapaz gostaria de acreditar, aquela besta, aquele monstro, tudo parecia estar tão próximo quanto aquela mulher que o tocava, todas as cenas vinham em sua mente em um turbilhão de imagens junto a emoções, em uma espécie de pulo o pseudo-albino se jogou para frente, estava deitado então por isso fez seu corpo se levantar, ficando sentado na cama, sua respiração ofegante enquanto seus olhos se arregalaram, estava suando e mal pensou em rodear o quarto com seu olhar, primeiro pensou onde estaria.

"Real?"


Pensou sozinho enquanto voltava a se deitar, seus pensamentos eram mentalizados naquela sala onde havia a poltrona que uma vez sentou, forçou os olhos um pouco para tentar se concentrar, procurando conversar com aquela garota.
avatar
Morgan Le Fay

Mensagens : 131
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
2450/2450  (2450/2450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Alicia Medeiros em Sab Jul 16, 2016 3:54 pm

O que é essa sensação de agonia...? me busca no fundo da mente e me traz a tona outra vez. Ah não, que merda. Isso dói muito, onde estou? verdade, esse elevador caiu e eu também caí junto, me machucando. Foram eles, as vozes, os vultos, os terrores que me assombram desde que era mais nova. Mas Ethan estava aqui, não é? Será que consigo me virar um pouco para encontrá-lo? Tá tudo tão embassado, não consigo distinguir muito com esse incômodo, é como se meus joelhos estivessem sendo trincados a cada segundo. Vou tentar mexer os pés porém é melhor não arriscar, porque só pode piorar a dor. Pelo menos não tá quebrado. Suspirei. Mexi novamente as mãos, preciso encontrar Ethan logo, meus olhos precisam enxergar, e por este motivo procurei virar a cabeça um pouco para o lado. Foi mesmo uma boa idéia? Ethan tá em perigo, preciso fazer algo. Se pelo menos eu tivesse como exorcizar essas merdas, isso se eu acreditasse em algo. Que droga, não dá pra raciocinar direito, posso sentir o sangue coagulando nas pernas e elas queimando. De qualquer modo, com minhas forças eu tentei falar com ele. 
- Ethan, tome cuidado. Há coisas aqui que você talvez não vá entender...estão além da compreensão humana.
avatar
Alicia Medeiros

Mensagens : 26
Data de inscrição : 03/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Ethan N. Toledo em Sab Jul 16, 2016 4:52 pm

Assim que consegui "absorver" a sua aura, notei o perigo que me encontrava. Será que era por causa disso que me falaram para ficar longe deste hotel? De qualquer jeito, não tinha tempo para pensar nisso, tinha que pensar em uma resposta que não custasse a vida dela. Por causa disso, demorei um pouco para responder, procurando pela melhor. Disfarcei que estava confuso, me ajoelhando e encostando de leve na mão de Alicia, para que ela sentisse que eu estava ali com ela. Não me importei com as palavras dela, que estavam difíceis de compreender, já que estava realmente difícil para ela se concentrar e falar neste estado. Quer dizer, não tinha como se preocupar em responder ela, quando tinha que se preocupar em mante-la viva. De qualquer jeito, passei um dedo nos lábios dela, tentando mostrar que era a hora dela calar a boca.

— Não me entenda mal. Eu busco qualquer ajuda, apenas mantenha ela viva — falei. Não achei que eram as melhores palavras, mas, naquele momento, eram as que mais expressavam o que eu estava sentindo, já que eu parecia incapaz de mentir na frente dele, provavelmente por medo dele ler através de minhas mentiras.
avatar
Ethan N. Toledo

Mensagens : 32
Data de inscrição : 03/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Gannicus Artorius em Sab Jul 16, 2016 6:02 pm

                                                              Morto e Aleijada

O moreno balançou a cabeça em sinal de negação, talvez estivesse decepcionado. Ergueu a destra até o próprio rosto e levantou o indicador, girou-o em círculos diante de suas palavras.

Parecia tão firme em sua fé... Lamento que não tenha acontecido o que eu pensei.

Uma espécie de pressão se impôs sobre as pernas arrebentadas de Alice, ela não sentia devido a dormência, era mais precisamente na base da virilha logo no inicio de suas coxas. Enquanto o indicador continuava a se mover a pressão aumentava até um momento que o osso e a carne foram rompidos e espalharam sangue no chão e nos calçados de seu amado.
Sem as pernas a dor parecia ironicamente ser menor do que os joelhos arrebentados porém ainda era escruciante e agora sim ela apagou.

Opa! Não se preocupe, provavelmente vou deixa-la viva já que tenho um amigo interessado em coisas estranhas como pessoas deficientes.

Parecia provoca-lo de propósito já que nem mesmo o atacou, porém haviam acabado de passar pelo quarto andar como ele havia dito. Seu semblante não era sádico, mesmo que as palavras fossem daquele modo. Talvez estivesse tentando provoca-lo.

                                                                          Morgano

A tentativa parecia ter sido em vão já que a própria Lilith interrompeu a transição até aquela sala com sua voz na cabeça do rapaz. Parecia agoniada e com pressa como se estivesse tentando preceder alguma coisa.

"Não temos tempo! Meu maridinho está muito próximo de seu objetivo, e agora mesmo seu servo está tentando incitar um novo guerreiro a se tornar servo de uma divindade celestial. Não quero passar séculos fingindo amores por ele de novo... Ache-o e impeça que ele conclua seus planos. Ele está neste hotel!"

A voz soava como uma ordem e parecia ser muito importante.
avatar
Gannicus Artorius

Mensagens : 103
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha do personagem
HP:
700/700  (700/700)
EXP:
17/500  (17/500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Morgan Le Fay em Sab Jul 16, 2016 6:38 pm

A respiração normalizava, seu coração não batia tão rápido quanto antes, quanto aquele sonho lutando contra aquela besta, seus olhos se abriram enquanto voltava a se sentar na cama, a mão direita foi em direção a seus cabelos loiros quase brancos enquanto ele dizia em alto e bom tom.
Diga-me por onde começar... Aponte-me uma direção.
avatar
Morgan Le Fay

Mensagens : 131
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
2450/2450  (2450/2450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Ethan N. Toledo em Sab Jul 16, 2016 6:47 pm

Não tinha o que fazer, apenas aceitar o que ele fazia com o corpo de Alicia. Tentei não olhar, para que não perdesse o controle.

No entanto, quando suas palavras sádicas e sexuais passaram por minha cabeça, não consegui aguentar, a raiva era muito para suportar. A sniper que já havia desaparecido antes, aparece novamente, grudada na testa do homem.

— Minha fé é o bastante para te mandar tomar no cu! — falei, logo antes de sacar a arma e atirar. Mesmo que fosse a partir de um pecado, minha ira desenvolveu coragem e fé para que pudesse enfrentar esse homem com esta aura sombria.
avatar
Ethan N. Toledo

Mensagens : 32
Data de inscrição : 03/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Gannicus Artorius em Sab Jul 16, 2016 7:39 pm

                                                            Morgano



"Eles estão em movimentação de baixo para cima. Não sei dizer a localização exata mas devem estar indo para o último andar, intercepta-los antes de chegar lá será mais víavel."

Era de se imaginar que estivessem usando o elevador já que a movimentação era dentro do hotel, porém ele teria que ir checar.




                                                         Morto e Aleijada

Lúcifer não precisou de esforço para simplesmente levantar o cano da arma antes que o tiro atingisse sua cabeça. Mostrava ser muito rápido. Após a falha do tiro, Ethan foi pressionado contra o chão por uma energia completamente invisível, quase como se mãos extremamente fortes o fizessem ir aos pés do desconhecido.

Tão ridículo. O lugar da sua raça é aos meus pés, deveria ter sido assim desde os primórdios da humanidade. — Assim que o rapaz desceu em seus pés, foi pisado na cabeça e seus braços foram cruzados nas costas pela mesma força que o fez se abaixar. — Onde está o pai? Ele não vem ajudar sua amada criação? Reze para ele, seu inútil!

O medo que herége impunha era descomunal, nada que Ethan já tivesse tido algum contato antes. Estava totalmente a mercê de sua vontade e sabia que se morresse, Alícia ficaria indefesa daquele monstro.
avatar
Gannicus Artorius

Mensagens : 103
Data de inscrição : 15/06/2016

Ficha do personagem
HP:
700/700  (700/700)
EXP:
17/500  (17/500)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Morgan Le Fay em Sab Jul 16, 2016 7:48 pm

Não precisava mais de nada, sabia pra onde tinha que ir e oque tinha que fazer, era tudo no momento, sua mente bagunçada com o sonho estranho e a sensação de ter ficado mais forte, se levantou enquanto estava usando apenas uma camisa branca e calça jeans, deixou o tênis no quarto, olhou para o lado e viu sua irmã dormindo, respirou fundo enquanto saia do quarto.

Caminhava em direção ao elevador, apertou o botão de subir, mesmo que precisava intercepta-los e mais rápido seria de escadas, mas o elevador não saia da sua mente.
avatar
Morgan Le Fay

Mensagens : 131
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
2450/2450  (2450/2450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Ethan N. Toledo em Sab Jul 16, 2016 8:06 pm

— Se é o que tanto deseja — ironizei, já que estava aos seus pés e parecia "obedece-lo", brincando com o fato de estar na posição de um escravo. Em seguida, comecei a rezar. Fechei os olhos, encostei minha mão na mão de Alicia, deixei minha cabeça abaixada e rezei. Rezei como se nunca tivesse feito, uma reza verdadeira, não algo forçado que faziam em igrejas.
avatar
Ethan N. Toledo

Mensagens : 32
Data de inscrição : 03/07/2016

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Uriel Nakata em Ter Jul 19, 2016 11:53 am

Despertou...
Despertou?

Estava confusa.
Quanto tempo havia se passado?
Não se lembrava, seu corpo estava dolorido por todo o tempo que passou adormecida.

- Aaaai....

Passou a mão na cabeça, olhando ao redor. Reconhecia parcamente o local... Era o quarto que tinha pego para a... Yuno..? Sim. Estava começando a lembrar direito agora. Fechou os olhos depois de se sentar, acariciando a nuca. Sim, lembrava-se aos poucos, tinha ido para o metro, alguma coisa muito estranha começou a acontecer, com um... Dullahan, não, o Han, puxou todo mundo para...

-... Oh meu Deus...

E começou a rir. Puta merda, aquele dia tinha sido loko.
Talvez tivesse bebido? Passou a mão no rosto, respirando fundo e foi se levantando, procurando um espelho. Se olhou no espelho, soltando um suspiro de ver o estado em que se encontrava. Mas, quanto tempo havia se passado? Teria sido... Drogada?

Mas, se fosse o caso, por que estava no hotel então?

Resmungando baixo, deixou de lado tudo isso e foi até o banheiro, tomando uma ducha rápida que a ajudou a terminar de despertar. Estava com fome também, faminta na realidade. Talvez tivesse ali um lugar que poderia comer..?

Depois do banho se ajeitou, ainda com o cabelo molhado, saiu do quarto e foi até o elevador, procurando algum indicativo de onde poderia ir comer, ou até mesmo se tinha alguma alma viva ali para perguntar.
avatar
Uriel Nakata

Mensagens : 127
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
450/450  (450/450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Master Scar em Ter Jul 19, 2016 12:02 pm

Dentro do elevador havia um folheto pregado no espelho deste. Era um a núncio do restaurante do Hotel, ficava no Subsolo, um andar abaixo do Térreo - que também era onde ficava a recepção. Uriel notara o folheto e poderia ir direto para o local. No papel estava escrito a respeito de uma promoção para casais, a refeição sairia pela metade do preço. Por se tratar de uma ocasião "especial" a comida não seria de graça. Teria ela dinheiro consigo para pagar? De qualquer modo, parecia bem apetitosa.
avatar
Master Scar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2016

Ficha do personagem
HP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
EXP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Uriel Nakata em Ter Jul 19, 2016 12:11 pm

- Oh...

Bem, que bom.
Apertou o botão para o subsolo. Não estava preocupada quanto a dinheiro, tinha seu cartão de crédito consigo - apesar que ele era ligado a conta do seu pai adotivo.

Que por falar nisso...

Tirou o celular da bolsa e decidiu dar uma ligada para ele. Não fazia ideia de quanto tempo estava ali, e aliás, o que quer que tivesse acontecido... Certamente ele estaria preocupado.

Saiu do elevador, mas, quando caiu na caixa, não ficou supresa - ele era um padre, afinal de contas, tinha muitas coisas para se ater e não podia simplesmente ficar atendendo celular.

- Pai, sou eu, Uriel. Queria dizer que estou bem e que sinto sua falta. Quando estiver em casa, pode me dar um toque? Adoraria comer contigo de volta. Beijos, te amo. Ah, desculpe, eu estou no Hotel Cortez no momento, vim aqui com uma amiga que não estava bem e acabei ficando... Bastante tempo. Desculpe causar tanta dor de cabeça. Beijos, te amo, de novo!

E desligou.
Sentia seu coração bem mais leve e acabou dando um risinho bobo, abrindo as fotos para olhar uma foto que tinha tirado dos dois juntos, suspirando.

Todo aquele sentimento a fez lembrar do seu irmão... Pensou em como iria o encontrar, quando se lembrou que ele havia lhe passado seu número. Conectou os fones e ligou para ele, aproveitando para ir até a parte onde ficava a comida.

Estava realmente com fome.
avatar
Uriel Nakata

Mensagens : 127
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
450/450  (450/450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Master Scar em Ter Jul 19, 2016 1:16 pm

Uriel já devia ter ciência de que o sinal de operadoras não funcionava bem em elevadores, para sua sorte a comunicação foi estabelecida - não com sucesso - para o aparelho de seu pai, contudo para o de seu irmão não. O telefone deste retrucava uma mensagem de fora da área de cobertura. Ao sair do elevador ela já podia sentir o agradável aroma de comida italiana, mais alguns folhetos espalhados pelo corredor e portas laterais. A entrada do restaurante estava bem destacada, duas portas abertas e decoradas e havia uma boa movimentação de pessoas ali. Alguns garçons parados perto do balcão e outros servindo. O Hotel estava mais cheio do que o usual, será que a jovem encontraria alguém familiar?
avatar
Master Scar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2016

Ficha do personagem
HP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
EXP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Uriel Nakata em Ter Jul 19, 2016 1:40 pm

- Uhm...

Olhou para o celular, um tanto confusa sobre o que poderia ter ocorrido com o celular do seu irmão. Mas bem, fazer o que. Tirou os fones e guardou o aparelho. Assim que sentiu o cheiro da comida, seu estomago se apertou e sentiu-se até ficar zonza de fome.

Teria que ir suave na comida, mas, estava surpresa de ver aquele lugar tão cheio. Não conhecia muitas faces conhecidas até aquele ponto, mas, do jeito que tudo andava, não duvidava algo estranho acontecer. Caminhou até lá, procurando onde poderia começar a se servir ou se tinha que pagar antes.
avatar
Uriel Nakata

Mensagens : 127
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
450/450  (450/450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Master Scar em Ter Jul 19, 2016 1:57 pm

As mesas estavam dispostas separadamente, tal como de costume nos restaurantes. Ela podia sentir o cheiro especialmente de lasanha e ravioli, ambos com molho a bolognesa. Um garçom um tanto alto e com traços marcantes passava por ela, levando na destra uma bandeja retangular com um prato de macarronada. Direcionou o olhar para Uriel e fez sinal com a esquerda para outro garçom atendê-la. Depois disso seguiu para uma mesa mais adiante e deixou o prato para uma mulher loira, acompanhada de um homem também de madeixas claras. Ela podia reconhecer a mulher, era Luna. Em contra partida o outro garçom chegou e fez um gesto para que Uriel o acompanhasse.
- Precisa de uma mesa senhora? Pode vir comigo?
avatar
Master Scar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2016

Ficha do personagem
HP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
EXP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Uriel Nakata em Ter Jul 19, 2016 2:10 pm

Quando notou o pequeno aceno para ela, acabou ficando parada, aproveitando para olhar ao redor enquanto pensava. Sim, muitas coisas aconteceram, sentia que estava mais forte, apesar de não saber especificar como... Enquanto olhava, notou uma... Conhecida? Tentou puxar da memória de onde conhecia aquela mulher, mas, não conseguia lembrar claramente de onde.

Será que o tempo dormindo afetou sua memória?

- Ah! Sim, sim.

Deixaria ser guiada pelo garçom, sorrindo um tanto sem jeito por ser chamada de senhora.
avatar
Uriel Nakata

Mensagens : 127
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
450/450  (450/450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Master Scar em Ter Jul 19, 2016 2:19 pm

O garçom era pouco mais alto que Uriel, estava usando o uniforme do Hotel e tinha uma touca no cabelo. Porém seu rosto era bem delicado, chegava a ser duvidoso se ele era mesmo um homem. Os musculos em seus braços confirmavam porém, não tão fortes, nem tão fracos. Ele foi até uma mesa na lateral do restaurante e puxou a cadeira para ela se sentar.
- Por favor senhora.
Não tinha ventilação no subsolo, mas entradas de ar podiam ser notadas no topo das paredes e isso deixava o ambiente arejado, da forma como podia.
- O que deseja Signora? 
O atendente tentava arrastar um sotaque italiano, sem muito sucesso, enquanto deixava o cardápio em cima da mesa. E Uriel podia notar que Luna estava encarando-a de longe.
avatar
Master Scar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2016

Ficha do personagem
HP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
EXP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Uriel Nakata em Ter Jul 19, 2016 2:55 pm

Não era por maldade, de verdade.
Apenas achou engraçado a forma que ele tentou falar.
Acabou sorrindo inevitavelmente e se sentou, pegando o cardapio e verificou ali.
Achou estranho a localização do restaurante. Por que fazer algo assim no subsolo? Não sabia bem ao certo se seria paranoia estar temendo toda aquela ventilação apenas por aqueles canais.

- Bem...

Abriu o cardapio. Considerando o tempo que ficou sem comer, seria bom pegar algo leve para começar... E tentar comer devagar.

- Vou querer uma salada para começar, por favor, essa aqui.

Iria apontar no cardapio para o garçom, sorrindo.

- E um refrigerante.

Feito o pedido, viraria o rosto para Luna e sorriria para ela, dando um aceno discreto com a mão.
avatar
Uriel Nakata

Mensagens : 127
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
450/450  (450/450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Master Scar em Ter Jul 19, 2016 3:14 pm

O garçom sorriu sem jeito, coçou a cabeça e então anotou o pedido em seu bloquinho, colocando-o de volta no bolso do avental.
- É pra já senhora, vou buscar seu pedido. 
o Homem saiu e demorou un minutos, foi o tempo de Luna sair de sua própria mesa para trocar algumas palavras com Uriel. Seus trajes estavam mais sociais e seu cabelo bem arrumado, quase não dava para dizer que era a mesma Luna.

- Uriel? O que tá fazendo aqui? pensei que tivesse deixado o Hotel depois de tudo aquilo. Bem...você sabe, "Aquilo".
avatar
Master Scar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2016

Ficha do personagem
HP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
EXP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Uriel Nakata em Ter Jul 19, 2016 3:34 pm

Meu Deus, aquilo foi até fofo. Deu um sorrisinho amigável para o garçom.

- Obrigada.

Voltou seu rosto para Luna quando ela se aproximou de volta e demorou alguns segundos para começar a processar. Do que ela estaria falando..? Tentou lembrar da última vez que falou com ela. Teria sido antes de obter seu superior? Coçou a bochecha, sorrindo sem jeito.

- Be-Bem... Para ser sincera, to meio perdida... Uhm, você poderia me contar o que houve ultimamente..? Acho que eu... Dormi demais.
avatar
Uriel Nakata

Mensagens : 127
Data de inscrição : 03/07/2016

Ficha do personagem
HP:
450/450  (450/450)
EXP:
0/300  (0/300)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Master Scar em Ter Jul 19, 2016 3:55 pm

A loira não queria demorar, o garçom podia voltar a qualquer instante e sua companhia estava aguardando sua presença. Ela sorriu e piscou.

- Me encontra mais tarde na frente do Hotel, vamos conversar sobre isso. 

Dito isto a moça saiu e o garçom retornou quase que imediatamente. Ele veio e lhe serviu pela direita - Scusa me belladona - colocando a bandeja na mesa e deixando  o prato com a salada nesta. Rapidamente levou a canhota e colocou também o refrigerante e copo com gelo. Abriu a lata e depositou o líquido no recipiente. Saiu por trás e acenou para a jovem. - Qualquer coisa é só chamar, me chamo Mateo. 

Por outro lado a mulher de antes se entretia bastante com o homem em sua companhia. Ele era familiar para ela, talvez se conhecessem de antes. Mas não aparentavam ser mais do que bons amigos.
avatar
Master Scar

Mensagens : 230
Data de inscrição : 17/06/2016

Ficha do personagem
HP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)
EXP:
999999999/999999999  (999999999/999999999)

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Hotel Cortez

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 6 de 7 Anterior  1, 2, 3, 4, 5, 6, 7  Seguinte

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum